Novidades

Cinco dicas para cuidar da cabeça de impressão da sua máquina

A cabeça de impressão da sua máquina é praticamente o coração dela. Se não estiver funcionando corretamente, irá colocar em risco toda a operação. A falta de cuidados com essa peça pode acarretar não só em despesas extras no consumo de tinta como também em danos sérios à impressora.

Por isso, fique atento e veja cinco cuidados para manter a cabeça de impressão das suas máquinas em dia:

1 – Ajustes periódicos

Para entender a importância deste item, compare a sua impressora a um carro. Seu veículo com certeza passa por revisões programadas na oficina mecânica, o que evitam defeitos mais sérios. O mesmo vale para a cabeça de impressão: ao realizar ajustes periódicos é possível detectar problemas relacionados ao consumo de tinta ou algum desgaste do material. Assim a troca ou reparo pode ser feito sem que o trabalho da sua empresa seja comprometido.

2 – Manutenção conforme indicação do fabricante

Opte sempre por peças da mesma marca da sua impressora. Elas foram criadas de acordo com as especificações desse maquinário e juntas a ele irão garantir melhor desempenho. E no manual do fabricante você encontrará as indicações relacionadas à manutenção. Siga corretamente os cuidados contidos neste documento, como a periodicidade correta para limpeza e a forma como deve ser feita.

3 – Verifique os jatos de tinta

Se as cores da impressão não saíram de acordo com o planejado e a estampa está com pontos apagados e tonalidades fracas, é sinal de problema. Geralmente é a indicação de que algum jato de tinta esteja entupido. Aí é hora de abrir o equipamento e realizar a limpeza desse local, para restaurar a qualidade do trabalho. Em algumas impressoras, como a Epson SureColor F6200, por exemplo, você pode configurar um padrão de verificação automaticamente. É possível também configurar a máquina para que sejam realizadas manutenções no cabeçote periodicamente, além de escolher quais os jatos que devem ser limpos.

4 – Use tinta de qualidade

Dê preferência sempre às tintas do mesmo fabricante da sua impressora ou marcas reconhecidas no mercado. É a junção de equipamento + insumo que resultará na qualidade final da impressão, além do desempenho, produtividade e custo-benefício. Uma tinta não indicada, além de reduzir o valor agregado das peças pode também danificar o equipamento.

5 – Fornecedor reconhecido

Seja na hora de adquirir um equipamento ou insumo, seja para alinhar dúvidas relacionadas a ele. Contar com um fornecedor que entenda do mercado e possa lhe ajudar nos cuidados com as cabeças de impressão e a impressora como um todo é imprescindível. Assim você garante os melhores preços aliados a serviços de qualidade e materiais que realmente farão a diferença ao negócio.